por lisboa

 

O turismo invadiu a cidade de Lisboa sem pedir licença, tal como invadiu outros locais do país. O processo foi demasiado rápido para um povo que não estava habituado a turismo de massas, sendo por vezes sentido com um certo desconforto. Em Lisboa, por exemplo, no centro da cidade e zonas históricas, os lisboetas quase passaram para segundo plano, o que se sente quando se passeia nas ruas, em que pouco se ouve falar português. A sensação real é que estamos noutro país.

Para quem gosta de confusão e de gente, Lisboa está no bom caminho: tem pessoas diferentes e de muitas nacionalidades, autocarros de turismo e tuc-tucs para todos os gostos, filas para ver os monumentos ou para ir comer um pastel de Belém, e muitas outras coisas para dar resposta às necessidades dos visitantes. Tudo isto resulta da existência de roteiros minuciosos e, principalmente, da globalização da informação através da internet.

Essa mudança que todos sentimos é discutível. Se por um lado está a ajudar na economia da cidade e na recuperação de edifícios degradados para o ramo hoteleiro (aparentemente já em excesso, especialmente na Baixa), por outro, está a faltar algum cuidado na preservação de certas zonas históricas. Felizmente que para as lojas mais antigas, espaços genuínos e que fazem parte das “impressões digitais” da cidade, foi recentemente aprovado um programa de apoio e salvaguarda, em consequência de uma recomendação que a Assembleia da Républica fez ao Governo.

Sendo este um assunto complexo e controverso, deverá ser discutido com equilíbrio por especialistas. Apenas o referi aqui para melhor situar o contexto deste post, cujo objectivo é unicamente dar umas dicas de lugares calmos para quem  gosta de Lisboa mas não se dá muito bem neste “filme”. São especialmente zonas verdes, bem agradáveis e mais ou menos desconhecidas, mas todas elas proporcionam um excelente e calmo passeio.

 

Parque do Vale do Silêncio

vale silêncio

 

Mata da Madre de Deus

madre deus 1

 

Parque Oeste

parque oeste1

 

Parque Bensaúde  (actualmente tem uma área em obras)

parque bensaúde

 

Parque José Gomes Ferreira – Mata de Alvalade

mata alvalade 2

 

Parque da Quinta das Conchas e dos Lilases

quinta dos lilazes

 

 

Advertisements

3 thoughts on “por lisboa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s