instante

img_7599b

Sentia-me

levada

pelos ténues dias
de um tempo incolor,
sem amanhecer,
sem anoitecer,
apenas de dormência

e de pura ausência.

Mas bastou um instante,
um pormenor…
…talvez uma palavra
…um som
…uma imagem
…um respirar
ou talvez nada,
para um novo olhar
penetrar o meu sentir,
a alma iluminar,
e a vida,
renascida,
do torpor me afastar.

E tudo,
eu voltar a reencontrar!

(Dulce Delgado, Janeiro 2017)