dois tempos

 

IMG_1340

 

Esta imagem conta uma história, para além das histórias incógnitas de cada uma das pessoas que nela aparecem.

Entre a inauguração desta ponte sobre o rio Tejo que ocorreu em 1966 e a inauguração em 2016 do Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), cuja fachada aparece parcialmente à esquerda, passaram cinquenta anos na história da cidade. Nasceram duas gerações de cidadãos, saímos de uma ditadura para uma democracia, o país aprendeu a respirar e a explorar o seu potencial, e Lisboa, sempre na vanguarda desse processo, acompanhou com grande disponibilidade essa abertura ao mundo.

Nesta imagem, a ponte e o museu, o passado e o presente, estão em profunda harmonia. Sente-se na cumplicidade das linhas que “desenham” ambas as estruturas, no rio que justifica a sua presença nestes locais ou, ainda, na forma como atraem o nosso olhar, que se deleita com tal elegância.

A luz que tudo envolve, não é passado nem presente, é eterna presença.

É simplesmente a luz de Lisboa!

 

 

16 thoughts on “dois tempos

  1. Luz tão necessária. E essa harmonia está em cada um que a constrói sem medos. Que bom ler/ver teu post, veio junto um gosto de sonhar com dias melhores por aqui. Meu abraço, Dulce.

    Like

    1. Compreendo a necessidade e vontade de melhores dias. Mas na vida, nossa e das sociedades, tudo se faz por ciclos, com altos e baixos, e sempre um dará lugar a outro. Portugal e o Brasil têm passado por ciclos opostos: agora estamos nós na positiva e vocês na curva inferior e passando uns tempos difíceis. Antes sucedeu o contrário.
      Mas vão dar a volta, é apenas uma questão de tempo. Haverá sempre uma “luz” pronta a reacender…para iluminar algumas mentes…e talvez “eliminar” outras!

      Like

    1. Ainda bem que agradou! Há imagens que despertam determinado sentir…depois, é apenas tentar ler essa emoção e encontrar as palavras certas para a descrever. Desta vez parece que acertei!
      Agradeço a presença e o simpático comentário!

      Liked by 2 people

  2. Como sabes sou um pouco avesso a comentários partilhados mas hoje abro uma excepção porque este post merece.
    Conseguiste a harmonia perfeita entre as palavras e a imagem. E que imagem.
    Simplesmente lindo. Parabéns.

    Liked by 1 person

    1. Bem…o facto de comentares por escrito, sabendo eu que o preferes sempre dizer ao vivo, valoriza um pouco mais este post…
      Por isso, obrigada pela boa surpresa! Aparece de vez em quando…eu “discretamente” depois agradeço!

      Liked by 1 person

  3. O momento certo na hora certa…a Ponte, o Tejo, o Veleiro, os Anónimos…, surfando na onda do MAAT.
    Lisboa no seu melhor!
    Muito bonito Dulce, beijinhos.

    Liked by 1 person

    1. É verdade Teresa, parece que tudo ficou no lugar certo! Eu senti isso na altura, mas ao ver a fotografia no computador é que me apercebi melhor do posicionamento harmonioso de todos esses elementos. E fico feliz por o poder partilhar!
      Bjs e agradeço o ires aparecendo e comentando!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s