diferença

 

DSC_1338

 

Uma das orquídeas que possuo começou recentemente a sua floração anual, momento que sempre acompanho com gosto e curiosidade.

Um olhar mais atento sobre as três primeiras flores entretanto nascidas, revelou a presença de uma bastante diferente, seja pela ausência da parte central como pelo tipo de recorte e número de pétalas. A curiosidade levou-me a contactar a Associação Portuguesa de Orquidofilia, que prontamente me esclareceu, dizendo tratar-se de uma flor defeituosa, e que “…hoje em dia e para se chegar aos preços tão baixos a que chegamos fazem-se híbridos por vezes com pouco cuidado. As outras flores devem nascer normais”.

Sendo uma leiga nesta matéria, fiquei obviamente esclarecida. Contudo…

…rapidamente fui levada a transpor esta frase para um contexto mais amplo e para a forma como a filosofia do lucro está implantada em todos os níveis da sociedade e da nossa vida. Interessa produzir rápido e muito, para vender depressa e ganhar mais. A quantidade sobrepõe-se à qualidade, filosofia que acabamos por alimentar constantemente em inúmeras ocasiões quase sem darmos por isso.

Não recordo a origem exacta desta orquídea, mas certamente é um desses híbrido nascidos de “uma linha de montagem” para alimentar o mercado em quantidade e a preços baixos.

Esse desenrolar de pensamentos, porém, não afectou em nada o prazer que tenho em olhar para a sua elegância e detalhes. Diria mesmo que me sinto privilegiada por ter esta planta comigo e por ela ter gerado algo tão diferente sob o meu olhar. Poderá ser defeituosa ou deficiente, mas é portadora de uma beleza única, muito própria e fora do habitual.

Aprecie-mo-la por isso, em toda a sua individualidade.

 

 

 

9 thoughts on “diferença

  1. Creio que o seu encanto vem da simplicidade da forma e da tranquilidade do branco.
    Neste momento já tem seis felizes companheiras a seu lado!
    Obrigada Irina, e desejo um tranquilo fim-de-semana!

    Liked by 1 person

  2. teu post trouxe-me lembrança da minha avó materna que, no pátio de sua casa, mantinha um viveiro de plantas e flores. a que ela mais adorava eram as orquídeas. cresci em meio a tantas que também aprendi a gostar ainda mais delas. não aprendi, contudo, diferenciar uma das outras, mas sei o quanto de alegria olhava em seu rosto por cada orquídea que florescia. lindo post, Dulce. e muito obrigado pela sensibilidade que encontro aqui. um abraço e feliz início de semana.

    Liked by 1 person

    1. Compreendo bem a felicidade dessa sua avó, porque também para mim as plantas são uma fonte de alegria. Tenho muitas em casa e fazem parte dos meus dias. Adoro ver o crescimento, transformações, detalhes, floração, etc. E sempre tento ser a melhor cuidadora quando surgem os momentos difíceis que pontualmente também atravessam. Diria que é uma relação muito “humana”…sem ser humana.
      Muito obrigada e desejo um dia tranquilo e reconfortante!

      Like

  3. Wow, the flower is fascinating, and where you took it – into the larger context – makes a lot of sense to me. I agree, the speed and lack of thought and need for profit above all else is so pervasive that we don’t always see it in our daily life. A few years ago grocery stores – especially the very big ones – began selling these orchids at low prices in the US. What was special before is now flooding the market. BUT you’re right, that one odd flower is quite interesting and beautiful, and there is no need to go beyond that. I hope you made many photographs!

    Liked by 1 person

    1. Yes it was well registered!
      In Portugal the process was similar: what was initially a novelty in the market, is now everywhere and sold at an extremely low price.
      Despite this “banality”, the flowers are beautiful, elegant, and this in particular, much appreciated for me.
      Thanks for the comment!

      Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s