os tons da vida

 

IMG_3177

No meu dia-a-dia profissional, o olhar pousa amiúde sobre uma paleta com tintas e acompanha o gesto de encontrar um tom específico que logo será depositado em determinada área de uma pintura em fase de restauro.

Neste vai-e-vem do olhar e da mão, a atenção não fica presa ao acto em si, algo já bastante automatizado depois de anos e anos de experiência. O pensamento vagueia por ali, com e sem objectivo, factor que também depende dos dias, dos momentos, das preocupações e até do grau de empatia com o trabalho.

Neste divagar, recentemente percebi algo interessante…

Na paleta, eu sei com segurança…

…as cores a misturar para certo tom encontrar
…como neutralizar um tom que se quer afirmar
…que misturas não é conveniente fazer
…a importância de um toque mínimo ou de uma velatura no resultado final
…ou o efeito do tempo sobre camadas aplicadas à pressa.

Na Vida, eu nem sempre sei

…que escolha fazer
…como resolver de imediato um problema que tenho pela frente
…as consequências exactas dos meus actos
…como evitar um problema de se agravar
…ou o que o tempo e o futuro dirão das minhas opções

Ou seja, nesta paleta de emoções, de escolhas e de partilha que é a Vida, a mistura de “cores” é totalmente imprevisível. Aqui prevalece a incerteza e as circunstâncias que podem levar de um momento para o outro a uma mudança de rumo ou de estratégia.

Apesar disso, estará na pureza, na qualidade e na escolha dessas “cores” a possibilidade de o “tom final” ser mais genuíno, enriquecedor e duradouro.

 

(e continuei a trabalhar…)

 

 

 

 

14 thoughts on “os tons da vida

    1. Obrigada por apreciar este meu “sentir cromático”, como lhe chamou e muito bem.
      Sobre a profissão… concordo que é uma bonita profissão e por vezes muitíssimo gratificante. Mas 39 anos depois…já tem uma aura razoável de cansaço à mistura.
      Algo humano, creio eu.
      Um bom fim-de- semana!

      Liked by 2 people

    1. Pois é filha…o importante é tentarmos “inspirar” o melhor possível cada momento, porque o seguinte pode ser uma surpresa…eventualmente desagradável!
      Ainda bem que apreciaste o meu devaneio colorido!
      Obrigada e beijinhos.

      Like

  1. I haven’t known you for long but I have noticed you have a philosophical mind, along with a practical side and of course, a strong aesthetic sense. Here they are, all playing together! I really like this illustration of how choices in life can be thought of like choices in your palette. I would only add that just as your understanding of how to use color has deepened with time, your understanding of how to deal with emotions probably has, too. 🙂

    Liked by 1 person

    1. No doubt!
      There is an experience and maturity that life always teaches us, based on emotions. Bad for us if that wasn’t the normal way.
      However, in my perspective, emotions, choices and certainties are much more”insecure” and “vulnerable” than the “emotional moistures” of my palette! 😊
      Thank you and have a nice week!

      Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s