experimentações #18

O papel sempre foi o suporte preferido nas minhas experiências criativas. Em muitos momentos não o utilizei apenas como uma base, mas também como intermediário para chegar a algo.

No primeiro desenho, pequenos retângulos de papel foram utilizado como máscara, preservando algumas zonas de receber tinta; no segundo, um papel foi pintado, cortado e posteriormente colado noutro papel de suporte; e no terceiro, temos o exemplo de uma colagem pura, em que todas as formas foram recortadas de folhas de revistas e posteriormente coladas, permitindo um novo contexto e significado.

Gosto muito da versatilidade do papel e do seu fácil manuseio. Tudo se pode fazer com ele desde que haja criatividade e vontade. Até um papel amarrotado tem uma beleza muito própria. Basta pensarmos que duas folhas nunca se amarrotam do mesmo modo, sendo por isso peças e formas únicas que são palco de jogos de luz/sombra sempre diferentes.

(Dulce Delgado, papel, aguarela e tinta da china sobre papel, 1992)

13 thoughts on “experimentações #18

    1. Ainda bem que o seu olhar e sensibilidade apreciam as diferentes formas de expressão artísticas. É sempre um mundo a descobrir.
      Muito obrigada e desejo um bom fim-de-semana!

      Like

  1. Ultimamente tenho me perdido no mundo da leitura estética e, pelo que tenho visto, a percepção é individual a cada observador. Das suas experimentações, a primeira captou a minha atenção ao causar uma impressão de sombra, como se uma forma humana estivesse por detrás dos elementos destacados, talvez até em posição de alguma atividade esportiva rs

    Liked by 1 person

    1. O início do seu comentário… responde totalmente à parte final do mesmo.
      Ou seja, realmente em arte, a percepção/leitura é um processo muito individual, e a Lara fez uma leitura que eu desconhecia, encontrando formas onde eu nunca dei qualquer sentido. Nessa altura, no geral, a minha “preocupação” era apenas a estética e o prazer da experimentar e mexer nos materiais.
      Também eu, ao elaborar o post anterior desta série Experimentações (o #17), encontrei formas que durante trinta e tal anos nunca tinha percepcionado e muito menos intenção de as fazer. São engraçadas estas descobertas.
      Muito obrigada por partilhar o seu sentir!

      Liked by 1 person

    1. The creative possibilities of paper and collages in particular are immense.
      I haven’t made collages for some time, but I remember the phase when I made this and others and the pleasure it gave me.
      Thank you.

      Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s