25 de abril

Numa época em que os extremismos de direita ganham força em Portugal e no mundo, mais do que nunca os portugueses têm o dever de recordar o dia 25 de Abril de 1974 e a Revolução dos Cravos, levada a bom termo por um grupo de militares que enfrentaram o regime vigente.

Esse dia permitiu a Portugal sair de uma longa ditadura, terminar a guerra do ultramar, dar liberdade aos presos políticos e abrir progressivamente as portas ao mundo. A democracia foi-se instalando e com ela a vontade de igualdade, a liberdade de movimento, de expressão e de escolha. Se até aí imperavam os deveres, com a revolução de Abril surgiram também os direitos, sendo que ainda hoje ambos procuram encontrar um ponto de  equilíbrio.

Nestes quarenta e sete anos, a maioria respirou essa nova liberdade de uma forma saudável. Outros porém, como sempre acontece, abusaram e continuam a usá-la em proveito próprio e distorcendo os seus valores.

Por aqui, nunca este dia será esquecido mas sempre discretamente lembrado. E faço-o muito agradecida pelo que representou nas dinâmicas do meu país (apesar dos erros que sempre se vão cometendo), mas igualmente pela liberdade de decisão e de expressão que, em última linha, permite construir, manter e partilhar espaços como este.

 
(Desenho e texto de Dulce Delgado)

14 thoughts on “25 de abril

  1. Maravilhoso o desenho do ” nosso” cravo vermelho…que, desde Abril de 1974, nunca mais foi uma flor delicada…quando o tenho na mão sinto a força e a justeza dos valores da liberdade e igualdade…transmiti-los às novas gerações para que continuem a defendê-los ,não só nos seus ideais, mas na sua prática diária, será um dever cívico das gerações mais velhas…viva o 25 de Abril…

    Liked by 1 person

    1. Obrigada Augusta pela apreciação e especialmente por levantares essa questão da importância da nossa geração sensibilizar e transmitir os valores conquistados em Abril às novas gerações. Para que juntos continuemos a tudo fazer no sentido de os preservar, estimular e divulgar.
      Bj e fico contente por hoje apareceres por aqui!

      Like

  2. Seus textos sempre me faz refletir sobre o “discernimento” Dulce. E como é de se esperar, sempre aprendo cada vez mais. Adorei conhecer um pouquinho mais da história do seu país… obrigado por partilhar! Que seu domingo seja abençoado… beijo no coração!

    Liked by 1 person

    1. Bem mais do que muitos outros textos que vão aparecendo por aqui, o de hoje é de imensa importância e algo que deve estar na mente dos portugueses todos os dias.
      Os tempos vão mudando e a ignorância do que antecedeu o 25 de Abril de 1974 pelas novas gerações é real e perigosa, pois facilmente podem ser “modelados” por ideias simplistas e falsas sobre o que foram os 48 anos de ditadura em Portugal. E sobre o que isso representou para o nosso país.
      Por tudo isso, lembrar, relembrar e alertar é importante.
      Obrigada Sandro e desejo uma boa semana!

      Like

  3. Li hoje cedo a história da origem dos Cravos. Comovente e ao mesmo tempo revela o profundo sentimento de humanidade e amor à liberdade que pôs fim a ditadura de Salazar/Marcello Caetano. Um exemplo que deve ser permanentemente contado para que não se repita em lugar algum do planeta pois nos dias atuais o ar está tóxico demais em nível ideológico. Um belo texto e sejamos muitos e tantos a levar adiante a liberdade. Um grande abraço.

    Liked by 1 person

    1. A nossa revolução, comparativamente com a maioria das revoluções, foi uma espécie de poema que ficou escrito no tempo e na história deste país. Um poema de liberdade, pintado pelo vermelho dos cravos que, no cano das armas dos militares ou nas mãos do povo, se tornaram um símbolo. Cada vez com mais significado.
      Hoje ainda continuamos a apreender o que é a democracia e a liberdade, mas… estamos a aprender estando nela!
      Muito obrigada Fernando.

      Liked by 1 person

  4. Celebrar, sempre com um cravo vermelho, lembrar, relembrar, alertar, transmitir os valores de abril às gerações mais jovens. Sem dúvida Dulce. E que lindo cravo! Viva o 25 de abril!

    Liked by 1 person

    1. É realmente um problema em expansão…de certa forma fruto da “liberdade das democracias” e principalmente de um grande oportunismo e deturpação de valores.
      Por isso, e mais do nunca, é importante estar atento e relembrar os valores essenciais.
      Muito obrigada.

      Liked by 2 people

  5. Bem, só percebi que era um desenho quando o olhei mais atentamente! Parecia uma fotografia… fantástico!! ❤ Quanto ao texto, é sempre bom marcar este dia discretamente por aqui…

    Liked by 2 people

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s