experimentações #30

A gratificante experiência com o livro que partilhei no último post desta série, teve continuidade em 2002 através do registo de uns dias de férias passados no Parque Natural do Douro Internacional e especialmente na província espanhola da Galiza.

Na concepção deste livro o desafio foi bem maior porque decidi que o texto seria essencialmente em poesia. Curiosamente recordo que não me foi nada difícil essa parte, porque tentei não valorizar demasiado a rima relativamente ao que queria transmitir. É claro que os desenhos não poderiam faltar, pelo que cada página ficou com um registo associado ao seu conteúdo.

Entretanto, estava o livro em curso quando no dia 13 Novembro 2002 a costa da Galiza sofreu os efeitos de uma enorme maré negra causada pelo petroleiro Prestige, o que para mim foi um choque profundo pois tinha adorado todos os momentos passados nessa área costeira poucos meses antes.

Então parei com o livro pois não estava a conseguir dar-lhe continuidade, sendo que durante algum tempo nada fiz e estive mesmo para desistir. Este facto explica quer as palavras da imagem acima e presentes no início do livro, quer as palavras da imagem que se segue e que estão inseridas na ultima página desse registo.

Objectivamente, fui capaz de sublimar essa “dor” transformando-a em trabalho, persistência e assim terminar o projecto.

Hoje partilho convosco algumas das páginas dessa parceria entre palavras e desenhos, e a que sempre associo um imenso rol de emoções.

Quase vinte anos passaram sobre a realização deste livro de férias e, apesar da vontade de voltar à Galiza ser real porque adoramos aquela região, ainda não surgiu uma nova oportunidade.

Talvez isso ainda aconteça um dia, sabe-se lá. Mas é grande a probabilidade de não encontrar alguns detalhes que me ficaram na memória…

Advertisement

28 thoughts on “experimentações #30

    1. Guida, use o teclado do computador e faça “Ctrl+” para aumentar o ecrã e ler os poemas. E para afastar “Ctrl-”
      Sim, a Galiza merece uma visita atenta. É uma belíssima região de Espanha.
      Muito obrigada e desejo uma boa semana!

      Liked by 1 person

    1. Tal como disse na resposta ao comentário anterior, se usar o “ctrl+” do teclado do computador consegue aumentar as letras e conseguirá ler.
      Obrigada pela apreciação e desejo uma boa semana.

      Like

  1. Dulce estes seus poemas ilustrados ou estas ilustrações acompanhadas de palavra, são uma preciosidade. A Galiza é um território lindo e muito inspirador, mas o admirável aqui é a sua arte. Parabéns e obrigada pela partilha, merecia uma publicação! 😊

    Liked by 1 person

  2. Mesmo, mesmo muito bonito… os desenhos e os poemas! Sensibilidade à flor da pele, não admira que te tenha sido difícil terminá-lo tendo em conta os acontecimentos de 2002… Parabéns! ❤

    Liked by 2 people

  3. I can’t read the text in your book but the translated text of the post tells a heartbreaking story. I’m glad you were finally able to return to the project. It’s beautiful. You inspire me to try something on my next vacation but I fear the habits of photography will make it very hard to slow down and sketch. Of course I could make a book with photos and text but there is nothing like the hand-drawn and painted sketches. Thank you for showing this!

    Liked by 2 people

    1. All forms that allow “objectifying sensitivity” are excellent. Photography is one of them, with the advantage of being fast and realistic.
      I believe that everything has a time in our life, and this phase of my “vacation records” with drawings was very important. Now I’m a lot more lazy… and I use photography a lot! But that also makes me very happy!
      Thank you and have a nice day!

      Liked by 2 people

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s