duna da crismina

Quando imagens dolorosas e sentimentos de revolta nos habitam em virtude da actual situação do mundo, instala-se uma inquietação que interfere com a nossa sensibilidade, dinâmica, ritmos de sono, etc, etc,. No sentido de tentar equilibrar e até de “distrair” tanta inquietação, é urgente recorrer ao que nos possa dar alguma paz interior. Nesse rol de possibilidades, a natureza sempre foi para mim uma fonte de paz, porque nela encontro um saudável respirar e olhares de encantar.

Muito recentemente tentamos esquecer o mundo por algumas horas fazendo um passeio pela Duna da Crismina, um espaço localizado no Parque Natural de Sintra-Cascais com características e dinâmicas muito próprias e que pode ser percorrido através de passadiços aí instalados há alguns anos.

Toda a área costeira a norte do farol da Guia intervém na dinâmica deste sistema dunar e abrange zonas arenosas, rochosas e praias, sendo as praias do Guincho e da Crismina as mais activas em todo este processo. Nessa linha de costa também se insere o Cabo Raso, área que percorremos antes de entrar no perímetro da Duna da Crismina propriamente dito.

Penetramos na duna pela entrada norte a fim de percorrer todos os passadiços em madeira aí existentes. Estes tanto atravessam áreas com rara vegetação como outras bastante arborizadas, predominando nestas ultimas o pinheiro.

Envolvia-nos um dia de inverno demasiado tranquilo e primaveril, o que tem sido comum em Portugal e uma verdadeira fonte de preocupação para todos nós devido à seca extrema daí resultante e já instalada em todo o território.

No céu, uma diversidade de olhares. Mas à medida que as horas iam passando, algumas nuvens foram dispersando, algo muito comum em toda aquela região próxima da Serra de Sintra.

O que mais gosto e o que mais me tranquiliza neste tipo de paisagem são os detalhes que salpicam a paisagem de beleza especialmente em áreas onde a vegetação escasseia e que geralmente coincidem com as de maior mobilidade da duna.

Esta tranquilidade natural acalmou um pouco a minha intranquilidade. Bastante menos do que eu desejaria, é certo, mas nos tempos que correm tudo o que nos anime, por pouco que seja, é muito bem-vindo.

15 thoughts on “duna da crismina

  1. São sempre inspiradores os textos e as imagens da Dulce! A confirmar isso, ainda há pouco tempo dei um belo passeio pela Praia do Magoito, que é lindíssima, seduzida pelas imagens que partilhou num artigo (conheço bem a zona, já estive muitas vezes no Guicho, nas Azenhas, etc, mas o Magoito não conhecia). Toda esta região é encantadora. Obrigada pela partilha e bom fim de semana!

    Liked by 2 people

    1. Boa, fico contente por saber que o meu post ajudou a conhecer a bonita praia do Magoito. Toda aquela área é realmente muito bonita.
      Obrigada pela apreciação e desejo igualmente um bom-fim-de-semana!

      Liked by 2 people

  2. Yes, these days we need extra doses of nature. Your point about restlessness is a good one and a place like this dune preserve should be very calming. I love the shadows and the plant details (of course!). But it’s a mixed feeling we have when we’re grateful for the boardwalks that protect the delicate ecosystems but we’re fearful about the drought which is a sign of much bigger problems. No matter what, it’s good that you enjoyed a pretty day near the water!

    Liked by 1 person

    1. In Portugal, immense walkways have appeared, many of them totally unnecessary because the paths already existed.
      Here this boardwalk is very important because it is a reserve area and therefore it is not trampled on. In addition, they allowed to visit her, which was not possible before.
      Yes, these dune and sand areas really allow for soul-soothing photographic details!
      I wish you a good week!🍀

      Liked by 1 person

  3. Belas fotografias! E sem dúvida que é um sítio tranquilo para ‘esquecer’ por momentos o que se passa no mundo… Para mim também é um lugar muito especial! Foi onde comecei a namorar com o pai do Vasco ❤

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s