olá inverno!

Despeço-me do Outono com uma das imagens mais bonitas que ele sempre nos oferece: o amarelecimento e a queda das folhas das Gingko bilobas.

Lisboa tem pequenos núcleos destas árvores, mas creio que será o Jardim das Amoreiras, um aconchegante espaço localizado no centro da cidade, o que possui árvores de maior porte e oferece o espectáculo mais belo.

Visitei-o recentemente, sendo as imagens que hoje publico o resultado desse encantador momento. Ao entrar nele sentimo-nos num outro mundo e dimensão, seja pela cor seja pelo afago das folhas caindo em cada soprar do vento. Se o envolvimento geral é belo, os detalhes que o olhar encontra não o são menos. Pelo menos para mim.

O Inverno começa hoje, dia 21 de Dezembro as 21h 48m, e muito em breve despirá totalmente estas árvores. Aliás, algumas já não possuíam folhas quando lá estive, criando-se por vezes um contraste enorme entre árvores adjacentes. Como acontece connosco, também na natureza os ritmos de crescimento/envelhecimento variam dentro de uma mesma espécie.

É pois com muita cor que dou as boas-vindas ao introvertido Inverno. Oxalá ele aprecie e seja capaz de as sublimar em boas energias!

Desejo então que seja um aconchegante Inverno (infelizmente impossivel para tantos que neste momento sofrem grandes privações)….e já agora, que esta mudança de estação se revele calorosa para todos que vivem abaixo da linha do Equador e que hoje receberão o Verão!🤗

Advertisement

em tons de tipuana

Em tons de Tipuana nasceu este post, porque são umas árvores magníficas e porque gosto imenso do amarelo das suas flores.

A tipuana (Tipuana tipu) é, tal como o Jacarandá, uma espécie oriunda da América do Sul que se adaptou muito bem ao nosso clima. Floresce em Junho, altura em que pinta de amarelo muitos recantos e jardins do nosso país.

Em certos locais ainda se mistura com o lilás dos jacarandás numa bela parceria, como partilhei num outro post publicado faz hoje precisamente três anos.

Este conjunto de imagens é muito recente, sendo todas captadas em Lisboa, na área que fica entre Alcântara e Santos.

O chão que pisamos também pode ter muita beleza!💛

amarelo e lilás

 

DSC_0581a

 

Harmonioso é o elo que une o lilás ao amarelo…como é expressiva a parceria que une o jacarandá e a tipuana!

Apesar de não estar sol e, naquele dia, uma estranha luz pairar sobre a cidade, o meu olhar ficou fascinado com estas imagens que encontrou na zona de Santos, em Lisboa. Estou certa que terão provocado um sentir semelhante em muitos dos que por ali terão passado.

 

DSC_0580a

 

DSC_0575a

 

DSC_0574a

 

Em certos recantos, o amarelo das tipuanas superava totalmente o lilás dos jacarandás…

 

DSC_0572a

 

DSC_0576a

 

DSC_0567a

 

DSC_0564a

 

DSC_0571a

 

…sendo com este tipo de detalhes que a cidade, em tempo de festa e de descanso, vai partilhando o seu colorido com todos os que nela vivem, trabalham ou visitam!

Espero que o vosso olhar aprecie esta Lisboa!