paixão de van gogh

 

 

O inglês Hugh Welchman e a polaca Dorota Kobiela realizaram um inovador filme de animação que estreou recentemente nos cinemas portugueses e  emprestou o seu nome a este post. O título original é Loving Vincent.

Tecnicamente complexo, o filme revela alguns aspectos menos conhecidos que antecederam a morte deste pintor e resulta da curiosa associação de uma técnica tradicional como é a pintura a óleo com as modernas tecnologias digitais, tendo sempre por base as obras pintadas pelo artista.

Deixo-vos um interessante artigo publicado na última quinta-feira no jornal Observador, uma vez que é bastante completo e disponibiliza muita informação.

Termino acrescentando que já o visualizei e gostei imenso, merecendo sem dúvida uma ida ao cinema pela inovação que representa no mundo do filme de animação.

 

 

Advertisements

man

 

Esta pequena animação da autoria do ilustrador e animador inglês Steve Cutts revela, em pouco mais de três minutos, o impacto negativo e a repercussão que teve o aparecimento do homem sobre o planeta que habitamos.

Abstraindo algum exagero próprio de um filme deste tipo, é bastante clara a forma como a sua evolução e “sabedoria” destruiu e deixou marcas irreversíveis nesta bela terra que o acolheu.

Vale a pena ver e pensar um pouco.