páscoa

Num dia em que muitas famílias se juntam para celebrar a Páscoa, muitas outras estarão dolorosamente separadas devido a uma guerra e a atrocidades inconcebíveis. Abstraindo-me da importância religiosa que a data terá para muitos, prefiro agarrar a ideia de transformação e renovação a que indirectamente a Páscoa está associada e desejar…

… que as diferenças, seja da cor da pele, de ideologia, de país, mas também de língua, tendência, gostos ou culturas não seja sinónimo de descriminação, isolamento ou guerra.

… que impere o respeito por todas as fronteiras, sejam elas físicas ou de ideias

… que o desejo de possuir e de controlar a qualquer preço seja neutralizado e banido

… que a convivência pacífica e alicerçada na diferença e no respeito se torne uma realidade entre todos

… que…

Utópico? Sim, é verdade… mas será certamente o grande desejo de muitos de nós, seja neste dia, seja em todos os outros.

Boa Páscoa!🧡

uma imagem…

Todas as imagens contêm uma mensagem, por mais simples que seja. Outras, pelo contrário dizem-nos imenso, mesmo que num primeiro olhar impere a simplicidade.

Na imagem acima é intenso o confronto entre a máquina e o homem, seja pela forma seja no seu conteúdo…

…a modernidade do paquete vs. a simplicidade da canoa

…o grande vs. o pequeno

…o objectivo colectivo vs. o objectivo individual

…o dinamismo vs. a tranquilidade

…o força de um motor vs. a força braçal

…a confusão vs. o silêncio

…a poluição vs. o ecológico

Assim como nos meandros de um rio – neste caso do Tejo prestes a chegar à sua foz – também nos caminhos da existência humana a Vida acontece e avança gerindo confrontos, contrastes, objectivos e dinâmicas diferenciadas, adaptações constantes, lutas, modos de agir distintos, confusões ensurdecedoras, solidões, modos de estar “poluentes”, etc, etc,.

Em qualquer circunstância, a Vida simplesmente continua.