água engarrafada

 

 

Apesar de datar de 2010, este vídeo continua bastante actual. Alerta-nos para os meandros do negócio da água engarrafada no que se refere a interesses económicos e ao marketing que lhe está associado, para além das  consequências nefastas para o ambiente.

Optar pela água canalizada, que tem a qualidade controlada na maioria dos países, é a melhor  forma de combater estes jogos pouco claros. Porém,  se pela antiguidade das habitações e da rede aí instalada sentirmos que a água apresenta alguns detritos, uma boa solução é recorrer a um sistema de filtragem, sendo o mais simples e económico os jarros com filtro. Implica um custo médio mensal de 4,50/5 euros, mas permite depurar dezenas de litros de água, quantidade suficiente para uso de uma casa de família. O valor investido será rapidamente recuperado, sendo um processo muito mais económico e menos poluente do que optar sistematicamente pela água engarrafada.

Actualmente ainda não se faz a reciclagem desses filtros em Portugal, pelo menos os da marca Brita, uma das mais conhecidas do mercado. Num contacto recente com essa empresa fui informada que esse procedimento estará para breve, à semelhança do que já acontece em Espanha.