poema do olhar

 

varias fotos

 

Gosto de desenhar
poesia com o olhar!

Rima a nuvem
com o céu
em seu longo deslizar…

o horizonte
com o mar
que leva o barco a navegar…

o monte
com o pássaro
no seu doce ondular…

a árvore
com a sombra
nascida para refrescar…

a flor
com a sua cor
num efémero vibrar…

e eu,
neste lugar,
procuro rimar com a vida
que a Vida tem para me dar!

 

 

(Dulce Delgado, Junho 2018)

 

 

 

lugar espaço

 

IMG_5537ab

 

Um passo
entre
muitos mais…

…chegar
a qualquer lugar,
e aí ficar
ou continuar.

Contudo,
se cada passo
ocupar um espaço
e um lugar
possível de ficar…

…tudo é espaço…
…tudo é lugar…

 

E eu,
o que sou neste estranho divagar?

Um espaço a pensar? Um lugar a pairar?

 

 

(Dulce Delgado,  Abril 2018)

 

 

 

 

pela areia

 

IMG_1080ab

 

Percorrer a beira-mar,
é afagar a fronteira entre a terra e o mar.

Caminho
de olhares que se cruzam,
de conversas
perdidas na maresia
e de memórias,
que contornam a maré cheia
e preenchem a vazia.

Deixa cada passo
uma marca na areia,
afagos
de humana energia
que suavemente se unem
sem medo de se tocar.

Marcas efémeras
que as ondas irão apagar,
e com elas levar
a doce energia
que no mar ficará
para sempre a flutuar!

 

 

(Dulce Delgado, Setembro 2017)