vento norte

trevo3

Sopra forte
o vento norte.

Força o vidro
assobia na fresta
e esperançoso,
espera.

A janela
sente a corrente,
mas mostra-se indiferente…

Que pena,
pensa o vento,
é tão bela e transparente!

Que pena,
pensa a janela,
que bom seria ser vela
enfunar
e loucamente viajar
ao sabor deste vento!

 

(Dulce Delgado, Dezembro 2017)

 

 

 

33

 

risco avião

 

Um risco no céu azul.
Um avião.
No seu interior, alguém que adora viajar pelos céus e que completa hoje 33 anos de vida.
Tem boa energia, uma sensibilidade apurada e intuitiva, e ainda muitos sonhos.
Gosta de falar, de partilhar a vida com os outros e é um porto de abrigo seguro e atento.
Espalha por aí um olhar verde, cor de azeitona, e é dona de umas gargalhadas e espirros únicos!
É claro que também tem alguns defeitos, como todos nós!

Quando chegares ao teu destino, terás este post à tua espera.
Com os meus Parabéns e toda a ternura de uma mãe!

Boas viagens pela vida!

 

regresso

 

IMG_3186 - Cópia 1

 

Terminadas as férias – para quem teve o privilégio de poder estar ausente ou de viajar – é tempo de chegar a casa. E com essa chegada…

…é tempo de um olhar diferente e mais atento sobre tudo aquilo que, por ser tão nosso, é por vezes indiferente;

…é tempo do reencontro com o cheiro próprio da nossa casa, com o seu espaço, funcionalidade e com tudo no sítio certo;

…é tempo de rever os pequenos objectos, o nosso canto ou aquele lugar da casa que mais gostamos;

…é tempo de reencontrar as plantas que connosco partilham a casa e atentamente perceber e satisfazer as suas necessidades;

…e é tempo de saborear o nosso colchão, a nossa almofada e aquele dormir tão bom que apenas eles nos concedem!

Viajar enriquece em vários sentidos: pelo que nos dá de novo e pelo que nos faz reencontrar quando chegamos. É o prazer de viajar… e o prazer de chegar!