primeiro ano

 

IMG_8918

 

Faz hoje precisamente um ano que publiquei o primeiro post neste espaço, facto que me merece alguma atenção.

Discretamente tenho tentado “alimentá-lo” de forma variada, de acordo com o que observo, penso e sinto, mas não só, porque ao estar inserida numa sociedade em constante transformação e pródiga em acontecimentos, de uma forma ou de outra alguns detalhes do mundo acabam por estar presentes.

Mais importante do que o número de seguidores ou de posts publicados, de visualizações, número de likes ou de comentários partilhados, é o que ele tem significado para mim, tendo em conta a forma como então justifiquei a sua criação. Nessa altura escrevi …”Talvez porque os anos estão a passar tão rápido quanto os dias, senti necessidade de estruturar o que me caracteriza. Não tenho planos a cumprir...”

É essa palavra “estruturar” que sintetiza o que se passou neste último ano, porque encaro agora este espaço como o meio que me faltava para dar forma e organizar o que estava latente mas não conseguia “agarrar” coerentemente. Ele está a permiti-lo, porque me “obrigou” a objectivar aqueles pensamentos que surgiam e que no momento seguinte se perdiam, a materializar a imaginação que me constrói ou, ainda, a partilhar algumas das emoções que sinto ou lugares a que a curiosidade me leva. Hoje, há textos, poemas, desenhos ou fotografias que não vão para a gaveta e naturalmente são partilhados. E isso tem sido muito bom!

Reaprendi a estar mais atenta, atitude que ficara parcialmente esquecida com o passar dos anos e das rotinas a que somos obrigados e que sempre criam raízes em nós. Tenho hoje a sensação que aquele “olhar” interior e exterior que a todos alimenta, não apenas é mais abrangente como está mais focado e é melhor aproveitado.

Este período permitiu-me ainda organizar os dias de uma forma mais racional porque, apesar das solicitações serem semelhantes, o tempo necessário para publicar 174 posts apareceu…não sei bem como! Obviamente que muitas horas de sono não foram cumpridas, mas sinto que conquistei muito tempo à vida.

Por último, proporcionou-me uma gratificante viagem pela blogosfera, ao facilitar o acesso a páginas de áreas e conteúdos muito variados, algumas literáriamente excelentes. Estou certa que todas serão fruto do empenhamento de pessoas que, como eu e dando o seu melhor, encontraram uma forma de se expressar e de partilha.

Estou grata a todos aqueles que, de uma forma mais ou menos activa e através do blog ou fora dele, me têm incentivado ao longo deste ultimo ano. Será por mim e por eles, que espero continuar. Assim  a vida o permita.

 

 

 

Advertisements

19 thoughts on “primeiro ano

  1. E que orgulho em ter uma mãe blogger! 🙂 Admiro a coragem que tiveste em começar esta aventura… Sei o quanto é bom ter um espaço de escrita, de reflexão e de partilha com os outros… e tem sido muito bom ler-te (nas linhas e entre-linhas) e sempre Discretamente…
    Parabéns, e cá estarei sempre deste lado 🙂 beijinho*

    Like

    1. Eu sei que estás sempre presente e que serás talvez a minha fã número um. Fã… e a assistente técnica/parteira deste blog! Sem o teu apoio ele não tinha nascido há um ano!
      É verdade filha, se há pessoas que discretamente sabem ler nas “entre linhas” és tu. E isso é muito bom!
      Bj e obrigada pela presença!

      Like

    1. Como eu gosto sempre de pensar, haja saúde e muitos anos de vida, pois assim haverá energia, pensamentos, disponibilidade, criatividade e uma infinidade de coisas para usufruir.. e com os outros partilhar!
      Agradeço o incentivo, a sua presença assídua, e obviamente este comentário!

      Liked by 1 person

  2. Parabéns, em primeiro lugar, por este primeiro ano de vida do teu projecto.

    Eu acredito que aquilo que escreves, ou os desenhos e imagens que publicas, passam a ter vida própria depois de carregares naquele “Enter” do teclado de um qualquer computador. Seguem o seu caminho na procura de quem estiver disponível para as receber, como sementes lançadas ao vento na procura de um terreno fértil.

    E se a tua experiência como criadora é importante, não é menos importante o alcance que tem no interior de quem as recebe. Não pelo facto de serem “bonitas” ou interessantes, mas pela importância de poderem gerar reflexão e pensamento, ou por serem, por vezes, o “punctum” que nos fere (no bom sentido), na terminologia do Roland Barthes.

    Certamente não deixa também de ser aliciante o facto de não saberes, à partida, quem é que (e de que maneira) vai ser particularmente tocado por aquela imagem ou aquele poema, por aquela observação do dia-a-dia ou por aquela crítica sobre o mundo que nos rodeia. Essa contingência faz parte da actividade criadora como geradora de transformação … e ainda bem que assim é.

    Espero, e agradeço, que continues “discretamente” a partilhar as tuas ideias, pensamentos, desenhos e imagens, paragens obrigatórias no dia-a-dia a que já nos habituaste e que, generosamente, nos ofereces.

    Obrigado.

    Like

    1. Descreves bem as relações envolvidas neste processo e nesta aventura: pensar/fazer nascer, publicar/partilhar, receber, retribuir. O circulo perfeito!
      Complete-se ou não este circulo, pela minha parte o objectivo principal é conseguido em cada post: estar atenta/explorar, ter a ideia, dar-lhe corpo/forma e, sempre, sempre tentar escrever melhor! Este é um dos grandes desafios a ter sempre presente!
      Nesta perspectiva, eu aprendo sempre algo. Mas fico feliz obviamente, quando toco no tal “ponto sensível” de alguém. Aí, é troca por troca!

      Sabes que quando acabei de ler o teu comentário, o primeiro pensamento foi: ele devia também arranjar um blog, um espaço onde partilhar! Tens todo o potencial para isso, pela forma como te expressas, amplos conhecimentos, grande facilidade em relacionar tudo, lindas fotografias, poemas, etc. Medita no assunto…não rejeites possibilidades…

      Entretanto, a minha resposta está quase tão longa como o teu comentário! Termino dizendo talvez o principal: obrigada pelas palavras, pelo incentivo e pela “assiduidade”!

      Liked by 1 person

  3. Parabéns pelo primeiro de procura, edição e publicação na blogoesfera, eu também sou um ‘rookie’ nestas andanças, mas como costumo dizer…
    Os primeiros 20 anos são os que custam mais, depois é fácil.

    Like

    1. É uma perspectiva curiosa…20 anos…se chegar a “blogger octogenária”… essa facilidade poderá contrabalançar as faculdades mentais eventualmente em declínio!!
      Para já…prefiro enfrentar as dificuldades como “recruta” inexperiente!!!

      Obrigada pelas suas palavras!

      Liked by 1 person

  4. Apesar de tardios aqui ficam os meus parabéns por este teu 1º ano de viagem na blogosfera. Com eles fica também o agradecimento por teres partilhado as tuas dúvidas, receios, alegrias e certezas, poemas e desenhos. Tem sido um percurso bonito e que sinceramente desejo que continue por muitos mais anos para grande satisfação de todos os teus admiradores nos quais obviamente me incluo.

    Like

    1. As palavras de um comentário nunca são tardias. Além disso, nas ditas ao vivo…tu lideras o ranking!!!
      Espero continuar este percurso e a deixar “por aí” (um termo que tão bem conhecemos) mais alguns detalhes que existem por aqui!
      E que tu possas ir acompanhando este trajecto e apoiando-o como sempre tem acontecido.
      Obrigada!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s